Notícias

Esse canal é atualizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Nele você encontra notícias sobre a empresa e os boletins enviados para a imprensa.

Para informações de tráfego, consulte o Twitter e o mapa interativo do site.

Assessoria de imprensa: (41) 3381-6577 ou pelo imprensa@ecovia.com.br.

Ecovia alerta para riscos de incêndios em razão da estiagem

Publicado em 17 de jul de 2020 às 10:00

Dia de Proteção às Florestas é comemorado hoje (17)

 

Ao viajar pela BR-277 sentido Litoral, o motorista trafega por um grande pedaço preservado da Mata Atlântica. Para conservar os menos de 7% que restaram dela, a Ecovia, empresa do grupo EcoRodovias que administra o trecho Curitiba-Litoral da BR-277, além das PRs 407 e 508, faz um trabalho constante para preservar animais e florestas.

 

A estiagem que castiga o Paraná também aumenta os riscos de incêndios nas faixas de domínio das rodovias que cortam o Estado. Somente nos últimos meses, as equipes da Ecovia, atuaram em 30 eventos de princípio de incêndio ao longo dos trechos concessionados. “Mas, historicamente, os meses de julho e agosto são os mais críticos, por serem os mais secos. Por isso, estamos redobrando os cuidados e o monitoramento”, afirma Marcelo Belão, gerente de Atendimento ao Usuário da Ecovia.

 

Em julho e agosto do ano passado, a Ecovia registrou um aumento de quase 50% no número de incêndios nas faixas de domínio, em relação ao mesmo período de 2018. Foram 22 ocorrências, contra 15 do ano anterior. Os principais focos iniciais desses incêndios são, em sua maioria, queima de lixo e descarte de bitucas acesas de cigarros às margens das rodovias.

 

Para tentar reduzir a frequência destas ocorrências e suas consequências, a Ecovia busca conscientizar usuários e comunidades ao entorno da rodovia que atitudes como jogar pontas de cigarro no mato seco e ou promover queimadas de resíduos, trazem riscos muito maiores do que somente o problema do descarte de lixo contaminando o meio ambiente. Apesar de menos frequentes, incêndios em veículos decorrentes de falta de manutenção veicular, especialmente sistemas elétricos, acabam transformando-se em eventos graves que podem comprometer o meio ambiente.

 

“Quando recebemos uma ligação dessa natureza, são solicitadas todas informações disponíveis para identificação e dimensionamento de recurso adequados para o atendimento, além da comunicação aos órgãos oficias de segurança e meio ambiente”, explica Belão. “Temos uma frota de nove veículos preparados para atuar no apoio ao combate de princípios de incêndio, composta por viatura de atendimento a emergências com capacidade para 3 mil litros de água, 03 ambulâncias com capacidade para 800 litros, e 5 viaturas operacionais com materiais manuais como abafadores de incêndio e elementos de sinalização para rodovia”, destaca.

 

Somente as equipes do Corpo de Bombeiros do Paraná (COBOM) são aptas para apagar incêndios e as Polícias Rodoviárias Federais (PRF) ou Estaduais (PRE) são chamadas quando necessárias para possível interdições na rodovia.

 

Ao viajar pela BR-277 no trecho Curitiba-Litoral, motoristas e passageiros devem salvar o telefone 0800 410 277, que pode ser acessado para solicitar serviços de atendimento a panes, remoções, guinchos e divulgação sobre locais com incêndios. A conta de Twitter @ecovia é atualizada periodicamente durante o dia com informações sobre as condições de tráfego na rodovia, sendo uma fonte de consulta importante para programar a viagem. O usuário também pode seguir a conta do Instagram @ecoviapr para se comunicar com a concessionária e compartilhar imagens da rodovia. Além disso, o usuário também pode baixar gratuitamente o aplicativo Ecorodovias em seu smartphone e ter todas as informações da rodovia na palma da mão.